fbpx

BLOG DA VT

Curitiba: referência mundial em transporte público

segunda-feira, março 2021
  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Curitiba: referência mundial em transporte público

Entenda os motivos que tornam o transporte público em Curitiba referência no mundo todo.

Que Curitiba é sempre lembrada como exemplo em transporte público não só no Brasil, mas também mundialmente, nós já sabemos. Mas você sabe por quê? Urbanistas ao redor do mundo estudam o sistema da cidade e já aderiram às boas práticas da capital paranaense.

Mesmo sendo um grande centro urbano e não tendo metrô, a cidade transporta cerca de 2 milhões de habitantes de forma eficaz apenas através dos ônibus. Tudo isso graças a um modelo inovador consagrado nos anos 90 que coloca os ônibus como prioridade na construção de todo e qualquer planejamento urbano. O que resultou nos transportes sendo a base de uma série de decisões tomadas pelas administrações municipais ao longo dos anos até hoje.

Fora as questões visíveis e de design da estrutura dos ônibus e estações, as boas ideias vão muito além disso. O primeiro ponto deste modelo foi a conversão de ruas em eixos de transporte por meio do esquema de ônibus de trânsito rápido. O que isso significa que no meio da avenida há uma via exclusiva para os ônibus expressos, conhecida na capital como “canaleta”. Dos lados dela, vias de mão única, apenas para tráfego lento de veículos.

As estruturas físicas construídas nesse percurso também são de uso misto. Assim, privilegiando comércios e serviços no nível térreo e moradias nos andares superiores, fazendo com que a circulação de pessoas também seja maior. É importante frisarmos que as ruas paralelas aos eixos de transporte são vias de tráfego rápido para veículos, ambas de mão única, uma no sentido bairro-centro e outra na direção contrária. O que também favorece a circulação.

Uma das mais importantes alterações nos sistemas de transporte foi a possibilidade de integrar as linhas: o passageiro pode embarcar em outro veículo sem precisar pagar outra passagem. Isso começou a ser implementado nos anos 80 e ainda faz na prática com que o sistema precise de menos variedades de ônibus para atender ao mesmo número de passageiros. Isso também fez com que surgissem novas modalidades de deslocamento no transporte público de Curitiba.

Por fim, outros pontos devemos destacar como as linhas diretas, mais conhecidas como ligeirinhos: ônibus que cobrem grandes distâncias fazendo poucas paradas, o que torna as viagens mais rápidas. E, para completar, continuam existindo os ônibus convencionais e os alimentadores, que saem dos Terminais de Integração para os bairros. Com todos esses formatos disponíveis, é possível percorrer toda a cidade pagando uma única passagem.

Mesmo aclamado por muitos, o sistema de transporte de Curitiba ainda recebe pedidos de melhorias. E na sua cidade, como funciona a circulação dos ônibus?

Fonte: Estadão

Veja também

+ leia mais
segunda-feira, março 2017

Por que seu recrutamento deve começar pelo porquê

“Se você contratar as pessoas porque elas são capazes de executar um trabalho, elas trabalharão apenas por dinheiro. Se você contratá-las porque acreditam no que você acredita, elas trabalharão com todo seu sangue, suor e lágrimas.” – Simon Sinek Simon Sinek é o guru do Círculo de Ouro, teoria que baseia o sucesso de uma empresa […]

Abrir
+ leia mais
domingo, fevereiro 2017

5 Softwares essenciais para um RH Inovador

Tornar a vida do RH mais fácil é o que precisamos para desenvolver uma área mais estratégica, não é? Mas como ter tempo para inovar se o seu setor ainda executa burocracias desnecessárias? A Pesquisa “Perspectivas de Orçamentos” revelou o que essa mudança de postura é prioridade para as empresas em 2017. Isso porque 33% delas responderam ter […]

Abrir
Contato comercial